Cabelo e Pêlo

Os pêlos originam nos folículos pilosos que provem de uma interação entre a epiderme e a derme. As células de Malpighi se invaginam profundamente na derme, até a hipoderme, formando uma cavidade onde será alojado o pêlo.

No folículo piloso mais especificamente no bulbo piloso ocorre a formação do pêlo pela matriz e sua nutrição pela papila pilar. Inserindo sobre o folículo piloso está o músculo eretor do pêlo.

Os pêlos são filamentos de queratina flexível que estão distribuídos sobre quase toda superfície do corpo.

Fazem parte do pêlo duas estruturas principais:Cosmetologia

  • Haste: constituída por células mortas queratinizadas dispostas em três camadas, a cutícula, camada mais externa e escamosa, o córtex, que dá cor ao pêlo e a medula, parte mais interna.
  • Raiz: é a parte inferior do pêlo, se dilatando na base para formar o bulbo piloso. É constituída por células vivas que se queratinizam e perdem seu núcleo à medida que se exteriorizam.

Ao conjunto de folículo piloso, glândula sebácea e músculo eretor do pelo, dá se o nome de folículo pilossebáceo.

Bainha epitelial externa: é o prolongamento da epiderme. Suas células não se queratinizam-se.

Bulbo piloso: é a dilatação terminal do folículo piloso. Tem forma de pêra e contém

  • Papila dérmica que nutre o pêlo.
  • Matriz do pêlo que contém células de melanócitos e o transferem aos queratinócitos, que formam o córtex da fibra capilar. Diferentemente da pele, os melanócitos do folículo piloso não precisam da luz do sol para produzir melanina. Deste modo, o cabelo é incolor no início.

CICLO DE CRESCIMENTO DO PÊLO

Possuímos em torno de 120.000 folículos capilares determinados geneticamente. A implantação do cabelo na derme se dá por invaginação da epiderme, constituindo o folículo capilar, tendo uma dilatação terminal, o bulbo capilar, contendo no centro a papila dérmica, recobrindo a papila, estão às células que formam a raiz do cabelo.

O crescimento do cabelo é feito pela proliferação basal, ou seja, existe aposição de queratina (uma escleroproteína) na base do fio e conseqüente extrusão deste para fora do folículo. Então, a parte externa do fio, que apresenta um crescimento aparente, não se modifica em toda a sua extensão.

São três as fases de crescimento do cabelo:

1. Anagênese: é a fase ativa, onde há intensa atividade mitótica.Cosmetologia

  • O folículo cresce para a derme.
  • Sua penetração no bulbo origina a multiplicação de células matrizes;
  • Um pelo jovem adquire raiz; nota-se a presença momentânea do pelo antigo, que se desprende da raiz e vai ser eliminado.
  • Esta fase dura aproximadamente de 2 a 5 anos e cresce 0,4 mm por dia.

Cosmetologia2. Catagênese: também chamada de fase de regressão.

  • A atividade das células matrizes cessa, assim como a melanogênese;
  • O bulbo afina e sua parte baixa se destrói progressivamente e a bainha epitelial externa desaparece;
  • O pêlo se separa da matriz e sobe para o folículo piloso.
  • Dura poucas semanas, quando então, se dá a sua separação da papila e tem início a terceira fase.

3. Telogênese: a fase de repouso.Cosmetologia

  • O pêlo completamente queratinizado, progride para a superfície;
  • O bulbo é atrofiado;
  • A papila é isolada do folículo.